Covid-19: o que se sabe sobre ‘variante híbrida’ que impulsiona covid-19 no Vietnã

0
(0)


Campanha de teste no Vietnã

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

O Vietnã testará toda a população da cidade de Ho Chi Minh na tentativa de conter as infecções

Uma nova variante do vírus da covid-19 que parece ser uma combinação das variantes identificadas pela primeira vez na Índia e no Reino Unido foi recentemente detectada no Vietnã, de acordo com as autoridades do país.

Esta “nova variante indiana com mutações originalmente pertencentes à variante do Reino Unido é muito perigosa”, disse o ministro da Saúde do Vietnã, Nguyen Thanh Long, em uma reunião governamental no sábado (29/05), reportada pela agência de notícias Reuters.

Os vírus sofrem mutações o tempo todo e a maioria das variantes não apresenta problemas significativos, mas em alguns casos, como ocorre com as variantes citadas, essas mutações as tornam mais contagiosas.

Long afirmou que a nova variante híbrida é mais transmissível do que as versões anteriores, especialmente pelo ar.

Isso, disse ele, poderia explicar por que tantos novos casos surgiram em diferentes partes do país em um curto período de tempo.

As estatísticas mostram um aumento acentuado de casos nas últimas semanas: dos quase 6,7 mil casos registrados desde o início da pandemia, mais da metade foram registrados a partir de abril deste ano.

Long disse que cientistas irão revelar o código genético para a nova variante em breve.

Vacinas protegem

De acordo com especialistas, a variante indiana de covid-19 (chamada B.1.617.2) identificada em outubro do ano passado é mais transmissível do que a variante Kent / Reino Unido (B.1.1.7).

Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

Pouco mais de 1% da população do Vietnã recebeu pelo menos uma dose da vacina covid-19

Vacinas como a Pfizer ou AstraZeneca demonstraram ser muito eficazes contra a variante indiana após duas doses, mas a proteção que oferecem após apenas uma inoculação é menor.

Até o momento, não há evidências de que qualquer mutação do coronavírus provoque casos mais graves da doença.

Assim como acontece com a versão original do vírus, o risco continua alto para pessoas mais velhas ou com sérios problemas de saúde pré-existentes.

Mas embora o nível de perigo seja o mesmo, o fato de ser mais contagioso é por si só algo que gera mais mortes em uma população não vacinada.

No início da pandemia de 2020, o Vietnã foi um dos países que agiu rápida e decisivamente, fechando suas fronteiras, isolando e testando sua população para deter o contágio. Mas agora a campanha de vacinação contra covid-19 avança lentamente.

Até o momento, pouco mais de 1% da população recebeu pelo menos uma das duas doses da vacina.

Nos últimos dias, as autoridades iniciaram um teste massivo em grupos de risco na cidade de Ho Chi Minh e introduziram novas medidas de distanciamento social para impedir o aumento de casos que, na cidade, estavam vinculados a uma missão cristã.

Eles também decidiram fechar restaurantes e bares e interromper os eventos religiosos pelos próximos 15 dias.

De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, houve apenas 47 mortes relacionadas ao coronavírus no Vietnã.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!



BBC News

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Estrikinia
Logo
Redefinir Senha